Óbito por COVID-19 anunciada por ASCOM não consta em Boletim

A informação do óbito por COVID-19 foi confirmada na noite de ontem (23) pelo Assessor de Comunicação da Prefeitura de Valença em grupos de WhatsApp.

Fonte oficial de informações, a Assessoria de Comunicação de Valença cometeu um deslize ao informar publicamente, sem autorização do Comitê de Monitoramento do Coronavírus, a existência de um possível terceiro óbito por COVID-19.

A informação da morte pelo novo Coronavírus, que completaria o terceiro em três dias, foi confirmada na noite de ontem (23), pelo Assessor de Comunicação da Prefeitura Municipal de Valença, o senhor Renato Oliveira, em grupos de WhatsApp.

Mensagens do Assessor de Comunicação de Valença, confirmando o óbito por COVID-19

Segundo a Secretária de Saúde, Margarete Carvalho, o paciente foi regulado para o Hospital do Cacau, em Ilhéus, após realizar apresentar os sintomas da doença. Ainda segundo Carvalho, o resultado do teste, que foi realizado pela Santa Casa de Misericórdia, ainda não teria sido obtido pelo município.

Vale lembrar que a criação e disseminação de notícias falsas sobre epidemias, endemias e pandemias poderá ser punida com multa, a partir de lei aprovada nesta última sexta-feira (22) pelos Deputados do estado, em sessão virtual da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

De acordo com a nova lei, a multa poderá variar entre R$ 5 mil e R$ 20 mil. A medida vale para quem elaborar, divulgar e utilizar softwares ou outros mecanismos para compartilhamento em massa de fake news.

Os valores da multa serão usados no combate à pandemia. As denúncias poderão ser encaminhadas ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) e os responsáveis poderão responder, além das ações indenizatórias, pelo crime de criação e compartilhamento de calúnias e mentiras.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *