Valença: comunidades rurais são contempladas com o Bahia Produtiva

No último dia 30, aconteceu uma oficina comunitária para capacitação das novas beneficiárias do Projeto Bahia Produtiva.

No dia 30 de novembro, aconteceu na Comunidade da Formiga, Zona Rural do município de Valença, uma Oficina Comunitária onde foi trabalhado o seguinte tema: “Gestão Financeira e Precificação de produtos da Agricultura Familiar”. O evento foi realizado para as mulheres das quatro comunidades rurais do município, que foram contempladas através do edital do Bahia Produtiva, com uma Cozinha Comunitária, para fabricação e beneficiamento de matéria prima produzida pela própria comunidade.

O encontro foi conduzido por Noel Reis, Técnico do SASOP responsável pelas instruções às comunidades contempladas. Atualmente, o grupo de mulheres trabalha com beneficiamento dos Subprodutos da Mandioca por meio das unidades de produção coletiva.

Para Maria Iara, Presidente da Central das Associações da Agricultura Familiar de Valença, “o projeto do Bahia Produtiva chegou às comunidades rurais para agregar valor, gerar renda e trazer empoderamento feminino às beneficiárias das quatro comunidades contempladas“.

Segundo Adalício de Jesus, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores e Agricultoras Familiares de Valença, “o Sindicato dos trabalhadores rurais juntamente com a Central das Associações, tem desempenhado um papel extremamente importante no fortalecimento da economia dos agricultores e agricultoras familiares.

Para Adailton Francisco, Engenheiro Agrônomo e parceiro entusiasta do projeto, essa cozinha vai dar qualidade de vida para as comunidades contempladas.

Foi um momento muito rico, de resgate de conhecimentos, trocas de experiências, fortalecimento das parcerias institucionais e alinhamento das ações do Projeto. Esse equipamento vai garantir uma maior qualidade de vida pra quem vai comprar a matéria-prima dos agricultores familiares e comercializar a produção final, fazendo com que a renda retorne diretamente para as famílias produtoras”, concluiu Adailton.

“Daia”, como é carinhosamente conhecida pela comunidade, afirmou que o projeto do Bahia Produtiva surgiu para unir a comunidade em prol do trabalho e da circulação da economia local através da Associação.

Eu tô muito feliz por participar desse grupo de mulheres que foram beneficiadas. Demorou mas chegou, porque sabemos que tudo acontece na hora certa. Esse projeto veio trazer muito conhecimento e fortalecer a nossa agricultura. Todos os moradores das comunidades acabam se envolvendo com o projeto porque passa a ver que vai beneficiar todo mundo. Agradecemos a Central das Associações, ao Sindicato, ao SASOP e aos nossos parceiros por tudo o que fizeram e fazer por nossa comunidade”, finalizou Daia.

Conheça o Bahia Produtiva

Projeto do Governo do Estado da Bahia, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR, a partir de Acordo de Empréstimo firmado entre o Estado e o Banco Interamericano de Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial).

Por meio do Bahia Produtiva, serão ­financiados (sem reembolso), subprojetos de inclusão socioprodutiva e de abastecimento de água e saneamento domiciliar, de interesse e necessidades das comunidades de baixa renda da Bahia.

Dentro dos objetivos do Bahia Produtiva, estão:

  • Aumentar a integração ao mercado, promover a segurança alimentar e nutricional, melhorar o acesso ao serviço de abastecimento de água e saneamento de domicílios.
  • Melhorar a infraestrutura básica necessária para apoio à produção e a comercialização.
  • Promover a inclusão econômica e social de mulheres, jovens, povos indígenas, comunidades tradicionais e empreendedores da economia solidária.
  • Fortalecer a capacidade das associações comunitárias/organizações de produtores para elaborar e implementar e gerir os subprojetos.
  • Promover a adoção de práticas de gestão sustentável de recursos naturais em áreas de produção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contact Us