Tendência

Eleições 2020: Presidente do TSE fala sobre datas previstas para o pleito

A previsão para as eleições gira em torno dos meses de novembro e dezembro. Veja as datas previstas pelos Presidentes do TSE, da Câmara e do Senado.

A previsão para as eleições gira em torno dos meses de novembro e dezembro. Veja as datas previstas pelos Presidentes do TSE, da Câmara e do Senado.

O Ministro Luis Roberto Barroso, Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em entrevista ao Programa Roda Viva na TV Cultura, falou, na última segunda-feira (15), sobre os horizontes possíveis para as Eleições municipais deste ano.

A previsão estudada e discutida em reunião, segundo o Ministro, gira em torno dos meses de novembro e dezembro.

Nisso, há consenso entre os Presidentes do TSE, da Câmara e do Senado, de nós fazermos esse ano. Na minha conversa com os presidentes da Câmara do Senado, há uma janela que, para os cientistas, iria de 15 de novembro a 20 de dezembro. Realizando o 1º turno a partir de 15 de novembro e o 2º turno a partir de 20 de dezembro, a gente consegue entregar eleições bem arrumadas à população brasileira”, destacou Barroso.

Sobre a organização dos dias das eleições municipais em todo o Brasil, o Presidente do TSE ainda forneceu mais detalhes em entrevista.

E só para antecipar, nós vamos possivelmente, alongar a jornada das eleições para mais tempo e procurar dividir por turnos para evitar concentração e aglomerações. A saúde pública é a nossa maior preocupação. Logo atrás, vem a preservação da democracia”, finalizou o Ministro.

Na manhã de hoje (16), o Ministro participou de uma reunião virtual com autoridades e especialistas em saúde, para discutir a necessidade de adiamento das Eleições 2020, em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Veja o trecho do vídeo do Programa Roda Viva na TV Cultura, onde o Ministro Luis Roberto Barroso fala sobre as datas previstas para as Eleições 2020, bem como sobre a importância do adiamento e sobre as vedações da Constituição Federal, quanto à prorrogação de mandatos de cerca de 20% dos prefeitos em todo o país.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar